segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O mundo vai voltar a correr por aqueles que não podem - Porto é o destino nacional em 2015




Depois do sucesso da edição inaugural, a Wings for Life World Run regressa em 2015 para dar continuidade à maior corrente solidária da história do desporto. No dia 3 de Maio, o Mundo volta a correr em simultâneo por aqueles que não podem, em 35 percursos dos seis continentes - procurando desta forma angariar fundos que permitam à Fundação Wings for Life tornar real a cura para as lesões na espinal-medula. Portugal continua no mapa, apresentando um novo percurso com partida do Porto.

A primeira corrida global da história está de volta para a sua segunda edição: no dia 3 de maio de 2015, precisamente às 12 horas (hora de Portugal Continental), milhares de participantes vão concentrar-se em 35 localizações, distribuídas por seis continentes, para a partida da Wings for Life World Run. Este desafio solidário visa "correr por aqueles que não podem" e nesse sentido todos estão convidados - iniciados, amadores e profissionais dão assim as mãos por um grande objetivo: angariar fundos para a Fundação Wings for Life, encurtando deste modo a distância que separa a comunidade científica da cura para as lesões na espinal-medula.

Portugal continua no mapa da Wings for Life World Run, inovando em 2015 com um percurso costeiro, com partida da cidade do Porto. As dunas da Comporta - onde se realizou em Maio passado a corrida inaugural - dão assim lugar às paisagens da Foz e do rio Douro. Outra novidade da edição portuguesa é a corrida de cadeiras de rodas.

Além da componente solidária, foi sem dúvida o inovador conceito desta corrida que seduziu logo na estreia mais de 35 mil participantes dos quatro cantos do planeta. Pela primeira vez na história do desporto, uma impressionante massa humana corria em simultâneo - enfrentando as mais díspares condições climatéricas e de luz. O facto de não existir uma distância fixa para correr marcou também a diferença. A tradicional linha de chegada deu lugar a um carro meta oficial que partiu 30 minutos depois do pelotão e avançou a um ritmo progressivo até ultrapassar o último homem e a última mulher à escala planetária. Estes foram os campeões globais da Wings for Life World Run, com o etíope Lemawork Ketema a correr um total de 78,58 kms até ser alcançado pelo carro meta.

MAIS DE 3 MILHÕES DE EUROS ANGARIADOS!

A Wings for Life World Run nasceu para apoiar a fundação sem fins lucrativos Wings for Life, que financia projectos de investigação sobre a espinal-medula em todo o mundo. Cem por cento das taxas de inscrição da Wings for Life World Run, assim como todos os patrocínios, revertem para a investigação. De acordo com Anita Gerhardter, CEO da Fundação Wings for Life, "A Wings for Life World Run foi um incrível evento desportivo global logo no seu primeiro ano. Esperamos que ainda mais atletas participem em 2015 e que, mais uma vez, consigamos juntar um valor considerável para a investigação da espinal-medula". Mais de 3 milhões de Euros foram angariados em 2014.

O britânico Colin Jackson, uma lenda do atletismo mundial, é o Diretor Desportivo Internacional da corrida. "As lesões na espinal-medula podem acontecer a qualquer pessoa. Qualquer um pode sofrer uma queda acidental que pode mudar a sua vida. E não há investimento suficiente na investigação destas lesões. Precisamos de reunir dinheiro para que os melhores cientistas do mundo trabalhem no tema e façam a diferença na vida das pessoas", afirmou.

Personalidades internacionais do desporto e celebridades de todo o mundo mobilizaram-se e tornaram-se, além de participantes, embaixadores desta causa: o ultra-maratonista austríaco Christian Schiester, a dinamarquesa Camilla Pedersen campeã europeia do Ironman, a lenda do ski Luc Alphand, a modelo chilena e apresentadora de TV Javiera Acevedo, assim como os ex-pilotos de Fórmula 1 Mark Webber e David Coulthard, são apenas alguns dos apoiantes desta causa. Uma dinâmica também replicada em Portugal, que envolveu embaixadores provenientes de várias áreas da sociedade, como os pilotos António Félix da Costa, Hélder Rodrigues, Ruben Faria e muitos outros.


FACTOS E NÚMEROS DA WINGS FOR LIFE WORLD RUN 2014

*       Campeão global masculino: Lemawork Ketema (ETH, 78,58km)
*       Campeã global feminina: Elise Selvikvag Molvik (NOR, 54.78 km)
*       Dinheiro angariado: 3 milhões de Euros (inscrições dos 50.110 participantes mais doações)
*       Quilometragem total: 530.928 - o equivalente a mais de 13 voltas ao mundo
*       Participantes que começaram a corrida: 35.397
*       Participantes na competição depois de 1 hora: 29.847
*       Participantes na competição depois de 2 horas: 5.146
*       Participantes na competição depois de 3 horas: 327
*       Participantes na competição depois de 4 horas: 26
*       Participantes na competição depois de 5 horas: 3
*       Alcançaram a distância da maratona: 233
*       Distância média: 14,99 km


SABER MAIS SOBRE O EVENTO?

Site oficial da Wings for Life World Run:
www.wingsforlifeworldrun.com

Press Releases, fotos, vídeos e áudio em:
www.wingsforlifeworldrunnewsroom.com

Wings for Life World Run no Facebook:
www.facebook.com/WingsForLifeWorldRun

Twitter:
www.twitter.com/WFLWorldRun (#WorldRun #WingsForLife)

Instagram: @wflworldrun

Contacto para imprensa:
[email protected]com

Mais informações em:
www.wingsforlifeworldrun.com
www.wingsforlife.com